Em discurso, Deputado Felipe Maia afirma que RN possui mais de R$ 36,5 Milhões para obra de cisternas 

Image is not available

Em Brasília, bancada potiguar e reitores de universidades federais do RN solicitam a liberação de recursos financeiros para Ministro da Educação 

Image is not available

Na Câmara, Deputado Felipe Maia protocola urgência para suspensão de portaria que limita seguro-defeso 

Image is not available

Bancada do RN cobra de Presidente do Incra, titularização e aplicacão de recursos em Projeto de Assentamento Garavelo 

Image is not available
Arrow
Arrow
Slider
Terça, 15 Maio 2018 19:56

Parlamentares potiguares solicita a Ministro da Agricultura que seja contrário a suspensão de medida antidumping do sal

Na manhã do dia 7 de março, a bancada federal do Rio Grande do Norte e representantes do setor salineiro estiveram com o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, para solicitar apoio na decisão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) em relação a medida antidumping do sal. De acordo com o coordenador da bancada, o deputado federal Felipe Maia (DEM), a medida antidumping do sal pode prejudicar a economia potiguar.

"Estamos preocupados com o milhões de empregos envolvidos no setor salineiro que podem ser perdidos. O RN é o maior polo de produção de sal do país e será o estado mais afetado economicamente", afirmou.

O parlamentar lembrou que bancada potiguar já esteve em vários Ministérios em prol de evitar decisão. 

"A ideia é conversar com todos os ministros que são membros do Conselho da Camex, para que sejam pontuadas as desvantagens dessa decisão para o país. Queremos que eles sejam contrários a suspensão da medida, pois os impactos gerados no setor salineiro nacional podem ser desastrosos. Queremos impedir o aumento dos desempregos e a queda na economia", enfatizou. 

No encontro estavam presentes os deputados federais Felipe Maia (DEM), Walter Alves (MDB), Rogério Marinho (PSDB) e Zenaide Maia (PR), o senador Garibaldi Alves Filho (MDB), o Presidente do Sindicato da Indústria de Sal (SIESAL), Airton Torres o Diretor Executivo e a Advogada da Salinas do Nordeste (Salinor), Rafael Mandarino e Marília Castañon, respectivamente.