Na Câmara, Felipe Maia afirma ser uma “triste realidade” RN registrar aumento de mil homicídios em 2018

Image is not available

Em audiência com Presidente da Caixa Econômica, bancada do RN discute prejuízos de cancelamento de convênio com Neoenergia

Image is not available

Em audiência com Presidente da Caixa Econômica, bancada do RN discute prejuízos de cancelamento de convênio com Neoenergia

Image is not available

No Ministério da Saúde, Bancada potiguar solicita liberação recursos para Instituto de Medicina Tropical e Núcleo Genômica da UFRN

Image is not available
Arrow
Arrow
Slider
Terça, 15 Maio 2018 19:56

Parlamentares potiguares solicita a Ministro da Agricultura que seja contrário a suspensão de medida antidumping do sal

Na manhã do dia 7 de março, a bancada federal do Rio Grande do Norte e representantes do setor salineiro estiveram com o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, para solicitar apoio na decisão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) em relação a medida antidumping do sal. De acordo com o coordenador da bancada, o deputado federal Felipe Maia (DEM), a medida antidumping do sal pode prejudicar a economia potiguar.

"Estamos preocupados com o milhões de empregos envolvidos no setor salineiro que podem ser perdidos. O RN é o maior polo de produção de sal do país e será o estado mais afetado economicamente", afirmou.

O parlamentar lembrou que bancada potiguar já esteve em vários Ministérios em prol de evitar decisão. 

"A ideia é conversar com todos os ministros que são membros do Conselho da Camex, para que sejam pontuadas as desvantagens dessa decisão para o país. Queremos que eles sejam contrários a suspensão da medida, pois os impactos gerados no setor salineiro nacional podem ser desastrosos. Queremos impedir o aumento dos desempregos e a queda na economia", enfatizou. 

No encontro estavam presentes os deputados federais Felipe Maia (DEM), Walter Alves (MDB), Rogério Marinho (PSDB) e Zenaide Maia (PR), o senador Garibaldi Alves Filho (MDB), o Presidente do Sindicato da Indústria de Sal (SIESAL), Airton Torres o Diretor Executivo e a Advogada da Salinas do Nordeste (Salinor), Rafael Mandarino e Marília Castañon, respectivamente.