Na Câmara, Felipe Maia afirma ser uma “triste realidade” RN registrar aumento de mil homicídios em 2018

Image is not available

Em audiência com Presidente da Caixa Econômica, bancada do RN discute prejuízos de cancelamento de convênio com Neoenergia

Image is not available

Em audiência com Presidente da Caixa Econômica, bancada do RN discute prejuízos de cancelamento de convênio com Neoenergia

Image is not available

No Ministério da Saúde, Bancada potiguar solicita liberação recursos para Instituto de Medicina Tropical e Núcleo Genômica da UFRN

Image is not available
Arrow
Arrow
Slider
Terça, 24 Outubro 2017 16:52

Em audiência com Ministro da Saúde, Bancada do RN cobra liberação de recursos para Instituto de Medicina Tropical da UFRN

Na quarta-feira, dia 11 de outubro, em audiência com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em Brasília, os deputados federais Felipe Maia (DEM) e Beto Rosado (PP), juntamente com a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ângela Paiva e a professora da UFRN, Eliana Tomas, discutiram a contratualização de serviço de saúde para o funcionamento, pelo Sistema Único de Saúde, do Instituto de Medicina Tropical da UFRN.

De acordo com o coordenador da bancada do Rio Grande do Norte, deputado federal Felipe Maia, o Ministro sugeriu que os parlamentares potiguares se mobilizem junto aos municípios para conseguir o destravamento dos contratos.

“Pedimos apoio do Ministro para conseguimos acelerar o processo de contratualização, mas sabemos que precisamos pressionar a Prefeitura de Natal, já que ela é responsável pelos contratos de todos os municípios. A bancada federal e a reitoria cobrará nos próximos dias esse destravamento”, destacou.

Na oportunidade, também foi solicitada a liberação de recursos na ordem de R$ 11 milhões, que serão destinados para a compra de equipamentos que serão utilizados em pesquisas clínicas do Instituto.

“O Ministro se comprometeu em ajudar o Instituto, após a liberação de crédito extraordinário do Governo Federal e do Congresso Nacional que, de acordo com ele, devem ser autorizados ainda neste mês”, enfatizou Felipe Maia.